sexta-feira, 20 de abril de 2018

JOAQUIM MACHADO e JORGE PINA 
ATLETAS PARALÍMPICOS
na Escola Alfredo da Silva






















 Dia 18 de abril dois homens fizeram a diferença: o Joaquim Machado e o Jorge Pina.
   Dois amigos, felizes, de bem com a vida dinamizaram uma hora e meia de conversa, contando histórias ora tristes ora cheias de graça.
   Apesar das barreiras, dos constrangimentos que a vida lhes reservou, conseguiram vingar e vencer. Aliás, a vida só faz sentido quando tem desafios, dificuldades. Alunos do ensino especial, 8ºD, 8ºF e 9ºD encheram o auditório. Este evento inseriu-se no projeto transdisciplinar do 8º ano "Aceitar a diferença" e o 8.º D e o 8.º F vão reescrever as histórias que ouviram contar e, em breve, vão poder lê-las.
     Foi vísivel a emoção de alguns alunos ao ouvir o testemunho destes gigantes exemplos de vida.







    
                  











            Eis o testemunho in loco - Fonte entrelinhas      
Jorge Pina: “Tive de cegar para voltar a ver
O atleta paralímpico cegou aos 27 anos, quando se preparava para tentar ser campeão do mundo de boxe.
«Os maus pensamentos poderiam levar- me ao caos, ao abismo e a um mundo de frustração e depressão, às drogas e ao álcool para esquecer e tentar tapar o buraco desse lado negro da minha vida.
Podia ter-me levado a voltar para um caminho por onde já tinha passado. Os outros bons pensamentos, que fizeram mudar a minha maneira de pensar, foi pensar que ainda há muita coisa para acontecer, que há muito para além da cegueira e há uma nova maneira de estar, de viver, pensar e ver o mundo e a vida. Essa passagem, embora um bocado difícil, fez‑me encontrar um novo Jorge.»

CINCO ATLETAS PARALÍMPICOS PORTUGUESES NA MARATONA DE LONDRES

Portugal vai estar representado por cinco atletas, entre os quais um medalhado nos Jogos Paralímpicos Rio2016, na Taça do Mundo de Maratona do Comité Paralímpico Internacional (IPC), que decorre em simultâneo com a maratona de Londres.
Na convocatória para a prova de 22 de abril, hoje divulgada pela Federação Portuguesa de Atletismo, figuram, além de Manuel Mendes, medalhada de bronze na maratona dos últimos Jogos Paralímpicos, os atletas Gabriel Macchi, Hélder Mestre, Joaquim Machado e Jorge Pina.
Manuel Mendes compete na classe T46 (deficiência motora), Hélder Mestre estará na classe T51, para atletas em cadeira de rodas, enquanto os restantes três participam em diversas classes para deficientes visuais.
Fonte: Sapo desporto

Sem comentários:

Enviar um comentário